CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS ATACADO E VAREJO DO BRASIL

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Imóvel na planta gera ganhos para investidor


O consultor de marketing e professor universitário Antônio Navarro, 50 anos, investe no mercado imobiliário há quase três décadas. A estratégia dele é comprar imóveis na planta, revendê-los e faturar com a valorização. “Não tive muitas experiências agradáveis com o aluguel, o imóvel nunca é entregue como foi recebido.”

Os dois últimos imóveis comprados foram em São Bernardo e Santo André, sendo que este foi entregue em março de 2010 e está à venda, e o outro, ficará pronto em julho. “Meu ganho deverá ser de 50%. Paguei R$ 140 mil e agora o imóvel vale R$ 290 mil”, comenta o investidor, que comprou outro imóvel na planta, em São Caetano, para ser entregue em 2013.

Apesar dos ganhos mencionados por Navarro, investir em imóvel exige cautela. Segundo o professor de Finanças da Fundação Instituto de Administração Caio Torralvo, é interessante que o investidor procure outras aplicações com alta liquidez, como poupança e fundos de renda fixa, e não aloque todos seus recursos em imóveis.

Se precisar de dinheiro poderá recorrer à poupança de emergência e não precisará vender o bem a preço de banana. De acordo com o presidente do Instituto Dsop de Educação Financeira, Reinaldo Domingos, o recomendado é não comprometer mais do que 40% do patrimônio poupado com imóveis. Além disso, é preciso calcular o retorno do investimento em imóvel com outras aplicações. O rendimento conseguido com aluguel, é em média, de 0,7% ao mês. Com os títulos do tesouro é possível ganhar entre 0,69% e 2,99% ao mês, mas há o imposto de renda a ser pago. Apesar do ganho, muitas vezes parecido, o risco do empreendimento é maior, dizem os especialistas. “Você consegue vender o título toda quarta-feira, já o imóvel, terá de encontrar alguém para comprar”, lembra Caio.

Especialista diz que não é momento para investir em imóvel

Para o presidente do Instituto Dsop de Educação Financeira, em São Paulo, Reinaldo Domingos, não é bom momento para comprar imóvel, por conta dos preços que se elevaram muito nos últimos cinco anos. “Investir agora é o mesmo que entrar na Bolsa em alta”, comenta o especialista.

Segundo o especialista, o consumidor deve esperar entre três e cinco anos para investir em qualquer aplicação relacionada aos empreendimentos, como fundos imobiliários. “As pessoas vão começar a não honrar com os pagamentos e o preço irá ficar convidativo para os novos compradores”, comenta Domingos.

Por outro lado, o presidente da Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC, Milton Bigucci, não concorda que o preço irá baixar na região. “O proprietário não venderá por um preço mais barato do que pagou. Até porque a casa própria é o bem mais importante para o brasileiro”, comenta Bigucci. Segundo ele, a acomodação dos preços já verificada nos últimos três meses deve ser mantida por mais três.

Por: Erica Martin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.